quarta-feira, 4 de março de 2009

Celofane

Hesitante, mas convicto
Engoli meus meus temores
A troco de sua indiferença
Não é amor
É vingança
É o seu castigo pela minha dúvida
Quebrado
Pequeno
Invisivel
...

2 comentários:

Fabricio Hans® disse...

decisões de momento, pessoas a considerar, fatos a relevar...fica a dúvida de pensar em si ou comtemplar o outro.
Meu caro colega, apreendi que valorizar os sentimentos e opiniões próprias é a escolha inicial para viver com alguém que tanto quer. Não acha?

Abs.

Nayara .NY disse...

Há tempos não vejo a palavra vingança sendo usada como um fardo, como um peso, comparado ao amor!

Bjosss