domingo, 31 de maio de 2009

LOOOOOOOOOST (com spoilers, cuidado!)

Quase três semanas depois de lançado, ontem finalmente vi o esperado Season Finale do penúltimo ano da minha série do coração, e dude, que episódio foi aquele?
Trinta anos no passado, Jack está prestes a explodir o que viria a ser a Estação Cisne e levar junto com ela todos os seus velhos amigos para assim impedir que o Oceanic 815 venha a cair na Ilha em 2004, embora o mote dessa temporada seja "o que foi feito, está feito", o doutor acredita cegamente que poderá impedir os eventos futuros e tudo que ele viveu (ou melhor, viverá) será perdido para sempre como lágrimas na chuva.

Enquanto no presente relativo da Ilha, Locke (que depois descobrimos não ser Locke) lidera os Outros, junto com Richard e Ben até o gigantesco pé de pedra, local aonde mora o misterioso chefão da Ilha conhecido como Jacob. Lá, ele passa instruções e um mind game em (quem diria) Ben Linus que acaba cedendo a missão de matar o homem a quem seguiu lealmente durante toda a sua vida sem jamais ve-lo.
Ao mesmo tempo, um pequeno destacamento de sobreviventes do voô da Ajira Airlines liderandos por Ilana transporta uma misteriosa caixa criogênica até o Pé Gigante, revelando a Richard e aos Outros seu bizarro conteúdo: o verdadeiro John Locke, morto. Porem já era tarde demais: o homem que todos pensavam ser Locke ressucitado era na verdade um inimigo muuuuuito antigo de Jacob, que vivera ao seu lado nos primórdios da Ilha, e que agora estva frente a frente com seu arqui-rival prestes a realizar sua missão de vida: matá-lo. E o faz através das mãos e um desejo reprimido de Ben, que o esfaqueia frenéticamente. Logo, Jacob cai mas não sem antes sussurar-lhes um aviso: "Eles estão vindo...". Eles quem, diabos?


Voltando trinta anos no passado denovo, depois de ser espancado até cansar por Sawyer, Jack convence seus amigos a explodirem junto com o projeto da escotilha e talvez metade da ilha para impedir o Incidente que os levará a cair na ilha no futuro. Depois de um breve tiroteio com os cientistas da Dharma, Jack hesita antes de lançar a bomba de hidrogênio na fenda da escotilha, e consequentemente em cima do bolsão magnético da Ilha. Em vez de explodir ao impacto, o buraco começa a dragar tudo que é ferragem como um ralo de banheiro, levando junto uma desesperada Juliet que acabou enrrolada por pesadas correntes de ferro.Milagrosamente, ela sobrevive a toneladas de metal e gasta suas últimas forças chocando uma pedra contra a bomba. Após algumas tentativas, tudo clareia num som de explosão, uma tela branca com LOST escrito no meio. Fim da temporada.


Algumas respostas, muitas perguntas e o começo da contagem regressiva para a última e derradeira temporada de uma das melhores séries de TV da atualidade.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Nerd,Trekkers e Jovens Ainda

Primeiramente: aos geeks, nerds e freaks of the world que chegarem a ler este post hoje, Paz e Prosperidade (\\//)!
Sim, hoje, 25 de maio é celebrado o Dia da Toalha, item de segurança n°1 das galáxias alem do aniversário de lançamento do primeiro Star Wars, uma pena ter caído em plena segundona, mas sejamos criativos e felizes ante as adversidades. Para comemorar esse dia tão especial ,uma singela homenagem musical do SVEJA a todos nós ( e que provavelmente você já deve ter visto nos youtubes da vida)...

video

E nesse clima festeiro passou meio desapercebido, mas o blog que você está agora chegou ao seu primeiro ano de vida!!! Sim, aos trancos e barrancos, postei aqui a história de um ano de trapalhadas, frustrações e expectativas, alem de bancar o crítico de cinema vez ou outra, poisé: estamos aí!

Pra fechar esse post que tá ficando tarde já, vi STAR TREK ontem. Infelizmente dublado e numa salinha fulera, mas o filme em si é espetacular. Isso porque eu não assisti a nenhum episódio da série clássica, mas que de tanto ler e ouvir a respeito, já fui pra sala fã de carteirinha e consegui até pescar uma referência ou duas. Viagens no tempo, dilemas morais, batalhas épicas e Leonard Nemoy, numa participação mais do que especial: vital para a história do filme. Filmaço!!!

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Fitinha no Dedo

Faz um tempinho que não blogo aqui. Na verdade, a ultima semana foi puxada pra mim: horas extras malucas até as três da manhã, trampo no sabado, livros pra ler, séries pra ver... Acredita que não assisti a Season Finale do LOST até agora? Bom, tô muito por fora do que tá acontecendo no mundo real (e até no virtual) e toda essa corrida dos ratos despertou denovo o meu já adormecido espirito empreendedor e toda aquela conversa do Kiyosaki sobre pensar como um rico e coluna ativo/passivo. O facto é : esse mês eu não vou queimar (todo) meu salário feito louco, vou guardar um tanto pra juntar um bolo e investi-lo em alguma coisa que ainda estou pensando, alguma coisa que coloque dinheiro no meu bolso. Este post serve mais como uma fitinha amarrada no dedo, para que eu não esqueça esse objetivo. Sem pressa, ninguem fica rico da noite pro dia, eu sei, mas tenho que começar alguma hora e a hora é agora.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Uno Mas

Fui no casamento de uma tia minha no sábado, nada muito grande, poucos convidados e tal. O que interessa para este post é o experimento que coloquei em prática na festa: como é ficar bêbado.

Sim, em 21 anos de vida eu nunca tinha bebido até (quase) cair. Decidi então aquela noite testar os limites do meu organismo frente ao fator etílico e o resultado foi vergonhoso... Conforme eu previra, sou realmente fraco em relação ao alcool: bastaram duas garrafas de cerveja (teor alcoólico: 5%, total de 1,2 litros) para que eu sentisse tudo em slow-motion e achasse qualquer funeral engraçado pra caramba. O peso da cabeça aumentou exponencialmente, as vozes ao redor diminuíram, parecendo abafadas. O equilibrio corporal tambem é alterado, tornando potencialmente arriscado a execução de ações simples como andar ou erguer uma colher.
Resolvi (ou melhor: meu pai resolveu) que seria bom encerrar o experimento naquele dia, afinal era uma festa de casamento o que exige, o mínimo de compostura em respeito à famiglia.

Minha primeira ressaca se resumiu a uma leve dor de cabeça na manhã seguinte, que não sobreviveu muito tempo após uma dose de dipirona. Nada de ânsia... menos mal.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

domingo, 3 de maio de 2009

Wolverine

Eis que estréia um dos filme mais aguardados do ano, estou falando de X-Men Origins: Wolverine, longa que tenta contar a origem do baixinho mais aclamado dos quadrinhos.
Um filme divertido, cheio de explosões, mas raso como uma poça d'água. Faltou mais história e acima de tudo, violência, porra!!! Afinal de contas: garras cortam e humanos sangram.

O filme até que começa bem: a abertura é sensacional, aproveitando os créditos para contar o passado de Logan e Victor nas principais guerras da história moderna, mas da metade pra frente começa um carnaval de personagens completamente desnecessários pra trama, com o único objetivo de atrair mais público e faturar mais. Se apostassem num roteiro maduro, mais sombrio como a fantástica minissérie Arma X, com menos piadinhas paralelas, mais violência e mais drama pessoal seria com certeza um filme memoravel.

Então a ordem é colocar o cérebro de lado e curtir Wolverine como um bom (bom?) filme de ação...e só isso.

sábado, 2 de maio de 2009

Rafinhas Bastos em Sorocaba Amanhã!

Anadando de boa hoje no centro fui pego de surpresa com esse cartaz anunciando um Stand-Up do genial Rafinha Bastos aqui em Soroca pra amanhã (!).


A parada acontece no Instituto Monteiro Lobato às 21 hs, e os ingressos antecipados já estão à venda na Livros & Cia do Esplanada Shopping (R$40,00/R$30,00 meia). Aos leitores da redondeza: corram que ainda dá tempo!!!