domingo, 19 de abril de 2009

Presságio

Sabe uma coisa que me incomoda em filmes apocalipticos? É que eles sempre acabam contornando o problema e o mundo (como um todo) nunca acaba realmente. No máximo morrem lá uns poucos milhões e fica por isso mesmo, sem falar na lição de moral: cuidem do meio ambiente ou cuidado com as armas nucleares ou coisa do tipo.

Um Apocalise true não pode ser evitado pelo governo dos EUA ou pelo Bruce Willis, e é por esse motivo que Presságio (Knowing, 2009) me agradou tanto. A inevitabilidade matemática das previsões mesclada ao conceito de uma Nova Gênese, o brutal realismo das tragédias e o climão de "agora fudeu" que dirige o filme do meio para o explosivo fim me fez acreditar que aquilo realmente poderia acontecer. Acho que foi esse determinismo, sem heróis ou vilões que tornou o filme tão instigante e divertido pra mim.

2 comentários:

Lucas Soares disse...

Acho que ouvi falar do filme.
Mas não gosto muito de filmes do tipo...

Nadezhda disse...

Não vi esse ainda. Mas filmes desse assunto sempre são bem parecidos, nem dá vontade de ver.

Vi um uma vez, não era sobre o fim do mundo, esqueci completamente o nome, mas que se concretizava um ritual, e acabava com tudo no fim mesmo.

(Sua situação com cds originais está a mesma que a minha com cinema).

;)